domingo, 8 de maio de 2016

MÃES E TRABALHO, LOUCURA PERFEITA




Título: Mães que Trabalham: a loucura perfeita (a maternidade na era da ansiedade)
Autor: Judith Warner
Editora: Campus / Elsevier, Rio de Janeiro.
Estante: Psicologia
Ano: 2005
Encadernação: Brochura
Idioma: Português
ISBN: 85-352-1775-4
Páginas: 303.
Peso: 522 (gr)
Preço: R$ 10,10 + R$ 8,40 (frete para todo o Brasil) = R$ 18,50

Descrição: “Mães que trabalham: a loucura perfeita (a maternidade na era da ansiedade) ” Livro seminovo, ótimo estado, sem uso. Dimensão: 16 cm x 23 cm, brochura. Orelhas com resenha da obra e dados sobre a autora. Editora Campus / Elsevier, Rio de Janeiro, 2005, 303 p., 522 gramas.   Estoque: um exemplar. Tradução para o português: Ana Beatriz Rodrigues.  Estante: Psicologia. // Estudo fundamentado tanto em consistente bibliografia quanto em depoimentos. É também autobiográfico, pois Judith trabalha, é esposa e mãe.  A obra tem 11 anos, mas permanecem ainda as circunstâncias sociais, elencadas por Judith, que conduzem ao estresse e à ansiedade, desde as conquistas do feminismo.  É todo um rol de culpas e expectativas, gerando enorme pressão social sobre pais e filhos.   Segundo Warner, nos EUA, a noção do dever é fortíssima e adquire um viés messiânico, religioso. Em especial, as mães são condenadas pelos eventuais fracassos dos filhos.  E o esforço para prepará-los para um mundo fortemente competitivo e sem condescendência para com os mais fracos é estressante.  Algumas mães, percebendo a impossibilidade de conjugar carreiras e o adequado cuidado para com os filhos, optam por ficarem em casa.  Porém, isso tampouco resolve, pois gera frustração.  Sentimento que afeta a vida do casal, implicando ainda em pressões sobre os filhos. É quando surge outro problema grave: cada vez maior o número de crianças, nos EUA, que recorre a terapias e a drogas psiquiátricas. Por fim, a autora sinaliza para a necessidade de uma revisão urgente nos papéis e atribuições da mulher.  Quanto ao Brasil, quem ler o livro certamente identificará muitas situações análogas.  Judith Warner é resenhista do Washington Post e escreveu vários artigos sobre política e questões femininas para revistas como The New Republic e Elle, além de inúmeros livros. (Ricardo Alfaya)

 * Para ver as imagens com mais nitidez, clique sobre elas.


* Você pode comprar por depósito em conta ou transferência bancária. Pedidos: alfayalivreiro@gmail.com
 
* Ao comprar, recomendamos, com veemência, a leitura dos sete primeiros tópicos de nossos “Termos de Uso”. Para conhecê-los, basta clicar aqui.

Nenhum comentário: