quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

SEXUALIDADE DA MULHER BRASILEIRA






Título: Sexualidade da Mulher Brasileira: corpo e classe social no Brasil
Autora: Rosie Marie Muraro (1930-2014)
Editora: Vozes (Petrópolis-RJ)
Estante: Sexualidade
Ano: 1983
Edição: quarta edição
Dimensões: 16 cm x 23 cm
Encadernação: Brochura
Orelhas: Sim.  Nas duas, resenha da obra.
Idioma: Português
ISBN: Não informado
Páginas: 504 p.
Peso: 882 (gr)
Estado: Usado, muito bem conservado, muito bom.
Estoque: 1
Cadastrado em: 18.01.2017
Observação 1: A autora contou com a colaboração de inúmeros pesquisadores e cientistas. Os nomes de alguns deles aparecem na capa, como se fossem coautores: Manuel Barros da Motta; Ana Rowe; Leda Niemayer; Vida Kamgachi.
Observação 2: Ainda na capa, pode-se ler na tarja branca, junto ao canto inferior: “Pesquisa de campo realizada no Rio de Janeiro (burguesia – classe média); Pernambuco (campesinato); e São Paulo (operariado)”.  Numa longa lista de agradecimentos, Rose explica que diferentes pesquisadores atuaram nessas pesquisas de campo, inclusive, elaborando questionários, alguns dos quais surgem como anexos na parte final do livro.  Coube a Rose Marie Muraro centralizar a recepção de todos esses dados e redigir a obra, o que fez também mediante contato com inúmeros pesquisadores e cientistas.  Conforme ela própria declara na apresentação, essa é uma obra coletiva.
Preço: R$ 14,35 + R$ 11,40 = R$ 25,75

Descrição: Exemplar usado, em muito bom estado.  Na parte superior do livro, apenas na pontinha e somente até a página 60, mínimo, quase imperceptível amassado.  Páginas com amarelado claro e uniforme, alguns pontos esparsos de oxidação apenas nas laterais (vide fotos).  Capa íntegra, muito bem presa, lombada idem.  Sem dedicatórias, sem nomes manuscritos, sem riscos, sem sublinhados, sem carimbos, sem marcas de fita adesiva, sem furos, sem rasgos. // Esse é um estudo pioneiro, um empreendimento gigantesco que apenas alguém de personalidade forte, determinada e singular, como foi a brilhante Rosie Marie Muraro (1930-2014), poderia ter coordenado.  O resultado apresenta dois aspectos: os dados objetivamente relacionados sobre o tema e a extraordinária conexão e interpretação que deles extrai a autora.  Para poder dedicar-se à imensa empreitada, Rose, além da colaboração de diversos cientistas e pesquisadores, contou com o apoio de importantes instituições e fundações de pesquisa.  O livro, nas orelhas, traz um alerta que convém inserir aqui: embora trate da sexualidade feminina, não se trata de um volume sobre técnicas sexuais ou que se concentre no modo como as mulheres se comportam durante o ato sexual.  O foco é a questão da sexualidade e do corpo socialmente considerados.  Da apropriação da sexualidade pelo sistema social e econômico.  Inclusive, procura mostrar como se dá essa apropriação nas diferentes classes sociais.  Interessam, pois, questões como os papéis sexuais, o controle da natalidade (excelentes as considerações da autora sobre esse tema), a questão da política e da ideologia, da relação com o corpo.  Esses assuntos são apresentados para cada uma das classes sociais estudadas (vide a “Observação 2”, acima, nesta resenha).  Envolve, e muito também, a discussão sobre o trabalho e o modo de produção na sociedade brasileira.  Em suma, um livro extraordinário que trouxe uma enorme contribuição para o entendimento da questão da sexualidade no Brasil.  Aliás, conforme a autora comenta, estudos como esse, relacionados à questão da sexualidade sob um prisma social, são raros no mundo.  (Ricardo Alfaya)

* Clique sobre as imagens para vê-las com mais nitidez.  Inclusive, para ler os dizeres da quarta capa.


* Você pode comprar por depósito em conta ou transferência bancária. Pedidos: alfayalivreiro@gmail.com

OUTRA OBRA COM QUESTÕES RELATIVAS AO ESTUDO DO CORPO (clique no título):

Nenhum comentário: